Blog

blog-img

Moradores estão preocupados com a infestação de escorpiões

Os moradores de vários bairros da cidade de Eunápolis estão preocupados com o número de escorpiões que vem sendo encontrados nas casas ultimamente. Há cerca de 10 dias, um menino de nove meses morreu após ser picado pelo animal no bairro Dinah Borges.

Em entrevista ao RADAR 64, na terça-feira (02), o veterinário Ricardo Batista, diretor do Centro de Controle de Zoonoses, informou que a Bahia está sofrendo uma infestação de escorpiões, pois a seca perdurou bastante tempo e com a chegada das chuvas, o animal procurou outros locais de habitat e começou a invadir as casas.

O diretor listou alguns cuidados que podem ser tomados para impedir a presença e a picada do animal. “Evitar o acúmulo de resto de entulho, manter o quintal limpo, olhar dentro dos sapatos antes de calçá-los, observar gavetas, sacudir lençóis, tampar frestas”, frisou.

O diretor explicou que a presença do escorpião ocorre principalmente em banheiro e cozinha, onde há maior probabilidade de encontrar os alimentos do animal, que são baratas, aranhas e pequenos insetos.

“Encontrei um escorpião amarelo no meu banheiro há cerca de um mês e encontrei outro, da mesma cor e no mesmo cômodo, na terça-feira (02). Vou procurar uma empresa para dedetizar a casa”, informou a enfermeira Karoline Silva, que é moradora do bairro Dinah Borges.

De acordo com o diretor, todos os escorpiões encontrados na cidade são amarelos, os mais venenosos.

Em 2015, 131 pessoas foram picadas por escorpião em Eunápolis, seis a mais do que no ano anterior. No entanto, as mortes ocasionadas em decorrência da picada foi uma em 2014 e outra em 2016.

“De acordo com os registros, os moradores da zona rural são os mais picados pelo escorpião e é imprescindível que essa pessoa seja levada o mais rápido possível para o Hospital Regional, único local onde é encontrado o soro antiescorpiônico na cidade”, alertou o veterinário.

Conforme informou Ricardo Batista, o número de denúncias sobre a presença do escorpião é mais frequente nos bairros Dinah Borges, Matinha, Nova Eunápolis, Urbis III, Juca Rosa, Sapucaeira e Colonial.

“Quando recebemos uma denúncia que foi encontrado um escorpião em uma casa, nos deslocamos para o local para fazer uma vistoria e orientamos o que os moradores devem fazer para evitar serem picados”, finalizou Ricardo Batista.

Caso algum morador encontre um escorpião, pode entrar em contato com o CCZ pelo telefone: (73) 3281–3690.


Fonte: http://radar64.com/noticia/moradores-estao-preocupados-com-a-infestacao-de-escorpioes_30882.html

Contato